Centro Histórico de Aracaju

Data da viagem: 09/2015

Apresento um roteiro de cerca de 4 horas, baseado em minha própria experiência, para visitar as principais atrações do Centro Histórico de Aracaju.

Fui de carro alugado, saindo da Orla de Atalaia, e deixei o carro  em um dos vários estacionamentos próximos ao Mercado Municipal (depois descobri que poderia ter estacionado gratuitamente no Museu da Gente Sergipana – coisa de turista amador) :( . Fiz uma parada antes, no Mirante 13 de Julho e outra depois, na Colina de Santo Antônio. Este roteiro pode ser feito facilmente com ônibus e/ou táxi.

Mirante 13 de Julho 

Cerca de 7 km da Orla de Atalaia, foi nossa primeira parada, a caminho do Centro Histórico. Há algumas vagas para estacionar em frente ao Mirante, gratuitas. A entrada no Mirante também é gratuita e para chegar no topo é preciso vencer 54 degraus (não há outra forma de subir). Por não ser muito alto, oferece uma vista apenas razoável do Rio Sergipe, seu encontro com o mar e da área de mangues em volta.  Pode-se apreciar também os prédios da região e, ao longe, Atalaia.

No local também funciona um centro de informações turísticas. Aproveite para pegar um mapa e tirar dúvidas. O Mirante fica no Calçadão da 13 de Julho, frequentado pelos aracajuanos para caminhadas e prática de esportes. Uma boa parte do Calçadão estava em obras.

20150909_143433
Mirante 13 de Julho

Calçadão da Rua João Pessoa

Carro estacionado 3 km adiante, próximo ao Mercado Municipal Antônio Franco, começamos nossa caminhada, ida e volta, de cerca de 3 km. Vamos em direção à Praça Fausto Cardoso, através da Rua João Pessoa. Cerca de 3 quadras antes da Praça e terminando nela, começa o Calçadão da Rua João Pessoa, local de grande concentração de comércio local, somente para pedestres, muito movimentado.

Calçadão da Rua João Pessoa
Calçadão da Rua João Pessoa

Capela São Salvador

Inaugurada em 1856, na esquina da Rua João Pessoa com Rua Laranjeiras, fica a Capela São Salvador, Patrimônio Histórico e Artístico de Aracaju. Não constava em nosso roteiro original, mas não pudemos deixar de entrar na bonita igreja que apareceu em nosso caminho.

20150909_111910
Capela São Salvador
20150909_111945
Interior da Capela São Salvador

Praça Fausto Cardoso

Chegando na praça Fausto Cardoso, começamos a perceber que, em contraste ao que vimos na Orla de Atalaia, muitos monumentos do Centro de Aracaju não estão sendo bem cuidados, como, por exemplo, os coretos da praça. E isto é uma pena, pois o Centro Histórico de Aracaju é bonito.

Veja post sobre a Orla de Atalaia

A Praça Fausto Cardoso, de frente para o Rio Sergipe, é uma das 3 grandes praças do centro de Aracaju. As outras duas são as praças Almirante Barroso e Olímpio Campos, que ficam nas quadras de trás da Praça Fausto Cardoso. Na praça Olímpio Campos (a terceira) está a Catedral de Aracaju. Ao redor destas praças estão vários prédios históricos que abrigam, entre outros, a prefeitura, câmera de vereadores, assembléia legislativo e outros órgãos dos governos estadual e municipal.

20150909_112818
Um dos 2 coretos da Praça Fausto Cardoso
20150909_113001
Praça Fausto Cardoso
20150909_113853
Praça Fausto Cardoso vista da Ponte do Imperador

Palácio Olímpio Campos

Antiga sede do governo de Sergipe e residência dos governadores, atualmente é um museu de artes. Localizado entre as praças Almirante Barroso e Fausto Cardoso, de frente para esta.

Não chegamos a visitar o museu no interior do Palácio Olímpio Campos.

20150909_112702
Palácio Olímpio Campos

Ponte do Imperador

Ancoradouro construído para receber o barco que traria o Imperador Dom Pedro II para uma visita a Aracaju, em 1860, hoje é um importante ponto turístico da capital sergipana. Outro monumento mal conservado e frequentado por mendigos, infelizmente.

Localizada no Rio Sergipe, de frente para a Praça Fausto Cardoso.

20150909_113104
Ponte do Imperador vista da Praça Fausto Cardoso
20150909_113445
Ponte do Imperador
20150909_113306
Ponte João Alves, entre Aracaju e Barra dos Coqueiros, vista a partir da Ponte do Imperador

Museu da Gente Sergipana :)

Nossa última parada no caminho de ida de nosso tour a pé pelo Centro de Aracaju foi uma grata surpresa. Já tínhamos ouvido falar muito bem deste museu, o que pudemos comprovar durante nossa breve visita por suas salas. Além de tudo, é gratuito. Está localizado de frente para o Rio Sergipe, na Rua Ivo do Prado.

Totalmente interativo, foi projetado pelo mesmo designer que projetou o Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. O objetivo é que o visitante conheça um pouco da fauna, flora, economia e cultura sergipana. Ouça histórias, faça compras em uma venda, cante, jogue amarelinha, enfim, divirta-se aprendendo um pouco mais sobre o estado maravilhoso que é Sergipe. Atrai visitantes de todas as idades.

Todas as salas contam com estudantes universitários como monitores.

Possui também exposições temporárias.

Aproveite para tomar um café ou lanchar no charmoso Café da Gente, no interior do museu.

Ficamos um pouco menos que uma hora, mas foi pouco. Sugiro pelo menos 2 horas.

Não confundir com o Museu do Homem Sergipano, museu de arqueologia que fica próximo, mas estava fechado devido a problemas na infraestrutura do prédio.

DCIM104GOPROG3204834.
Museu da Gente Sergipana – Entrada
20150909_121106
Museu da Gente Sergipana – Interior
20150909_120955
Café da Gente

Catedral

Após sairmos do Museu da Gente Sergipana, é hora do caminho de volta do tour a pé, que fizemos pela Rua Itabaiana, 2 quadras atrás do Museu. Nossa primeira parada foi a Catedral de Aracaju. Localizada na Praça Olímpio Campos, é bonita, mas também precisa de reparos.

20150909_131542
Catedral de Aracaju
20150909_130309
Interior da Catedral
20150909_130255
Detalhe da coluna – reparos urgente

Centro de Turismo e Comercialização Artesanal

Localizado próximo à Catedral, abriga lojas que vendem artesanato, um centro de informações turísticas e um pequeno shopping. O prédio também está mal conservado. Artesanato também pode ser encontrado no Mercado Municipal.

20150909_130737
Centro de Turismo e Comercialização Artesanal

Mercado Municipal Antônio Franco

Mais famoso dos 3 mercados contíguos de Aracaju, o Antônio Franco é voltado à comercialização de artesanato, sendo o mais turístico deles. Ali se encontra também um restaurante bastante procurado por turistas, o Caçarola. O Mercado Thales Ferraz se dedica, além de artesanato, a produtos gastronômicos (queijo, tapioca, mel, etc.) e o mais novo deles, o Governador Albano Franco, a hortifrutigranjeiros. Em volta dos mercados, todo tipo de comércio pode ser encontrado.

20150909_133349
Entrada do Mercado Antônio Franco
20150909_133445
Interior do Mercado Antônio Franco
20150909_134426
Mercado Thales Ferraz, com o relógio do Mercado Antônio Franco ao fundo

Colina e Igreja de Santo Antônio

A menos de 2 km do Mercado Antônio Franco, a colina de Santo Antônio é o ponto mais alto de Aracaju e local de fundação da cidade. Lá está a pequena e bonita Igreja de Santo Antônio. A igreja estava fechada, mas foi possível ver seu interior através da grade da porta. Tem uma boa vista da cidade, do Rio Sergipe e da ponte para Barra dos Coqueiros.

Fácil de estacionar ao lado da igreja. Foi nossa última parada neste passeio antes de retornarmos para o hotel na Orla de Atalaia.

20150909_141348
Igreja de Santo Antônio
20150909_141433
Vista da ponte para Barra dos Coqueiros
20150909_141439
Vista da cidade
20150909_141524
Interior da Igreja de Santo Antônio

Veja post sobre as praias de Aracaju

Croa do Goré: delicioso banho de rio em Aracaju

Veja post sobre Sergipe

Fotos: Marcos Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *